segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

SAUDADE DOÍDA





"Sentindo as dores da perda de amores, amadureceste a idéia, que antes eram apenas hipóteses, hoje são lições concretas... realidade".


Desejo FELIZES FESTAS a todos os meus queridos seguidores...
Deus lhes abençoe e lhes faça muito felizes no próximo ano.

domingo, 12 de dezembro de 2010

AMANDO NA DISTÂNCIA






"Sentindo as dores da perda de amores, amadureceste a idéia, que antes eram apenas hipóteses, hoje são lições concretas... realidade."




domingo, 21 de novembro de 2010

CONHECENDO A FAMÍLIA






Pensamos demasiadamente

Sobre o amor:
Se devemos amar,
Nos entregar.
Se devemos esquecer,
Deixar pra lá.
Se devemos colocar uma vírgula,
Ou um ponto final.
Se devemos guardar
Ou simplesmente descartar.
Quão tolos somos,
Em querer decidir por ele ... "
(Bruno de Paula)

sábado, 13 de novembro de 2010

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

RETORNO ALMEJADO



"Pensamos demasiadamente, sentimos muito pouco.
Necessitamos mais de humildade que de máquinas.

Mais de bondade e ternura que de inteligência.
Sem isso, a vida se tornará violenta e tudo se perderá."
(Charles Chaplin)



O amor... Ah! o amor...

O amor quebra barreiras, une facções, destrói preconceitos, cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...

(Arthur da Távola)

sábado, 30 de outubro de 2010

ASSUMINDO SUA PRÓPRIA HISTÓRIA



 O físico, já falecido, é o dinamarquês Niels Bohr e essa citação nos mostra o valor da persistência e da humildade:
"Um especialista é aquele que, em um campo restrito do saber humano, já cometeu todos os erros".

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

AUSÊNCIA DO AMADO






Eu disse a uma amiga:
— A vida sempre superexigiu de mim.
Ela disse:
— Mas lembre-se de que você também superexige da vida.
Sim.”
Clarice Lispector

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

DOCE ESPERA



Com uma amiga chegamos a um tal ponto de simplicidade ou liberdade que às vezes eu telefono e ela responde: não estou com vontade de falar. Então digo até logo e vou fazer outra coisa.
Clarice Lispector

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

ENCANTO PELAS FLORES


Com esta carta de amor, inicio uma série de postagens que visam mostrar como o coração que ama... se enternece diante do amado.
Também difundir uma maneira já esquecida: o romantismo elegante que nunca sairá de moda em minha maneira de sentir com o coração.
O meu outro desejo, além disso, é mostrar que há, no mundo, muitas e muitas pessoas que amam intensamente... carinhosamente... sadiamente...O amor é possível...E vai muito além do que a mídia mostra, nas pessoas do cotidiano, anônimas... que se esmeram em tornar o mundo mais encantador e amável.
Aqui, neste espaço estará valendo o AMOR e a sua forma de se expressar...
Como o AMOR é a passos lentos... doce na alma... serão pequenas gotículas como as do ORVALHO que caem sem ninguém perceber... em forma de post semanais...
Que tenhamos todos lindos momentos de emoção e inspiração!