segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Cartas de Amor


Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas.)


(Fernando Pessoa)


3 comentários:

  1. Fernando Pessoa sempre nos encantando e eu sempre indeciso sobre em qual blog seu visitar, mas todos são bons então.. rs
    Abrçs

    ResponderExcluir
  2. CARTAS DE AMOR...RIDÍCULAS OU NÃO ...IMPORTA PORQUE FALAM DE AMOR...TALVEZ RIDÍCULO...OU TALVEZ NÃO

    BEIJO

    ResponderExcluir
  3. Tudo ver com o seu blog. Fiquei super orgulhosa quando vi o post. E você foi muito generosa ao fazer menção ao meu blog. Tudo do Amadeirado ou do novo blog Algum lugar além do arcoiris, que você gostar, é seu, com a minha maior alegria. Beijos, com muito carinho,
    Lena

    ResponderExcluir