domingo, 12 de junho de 2011

Esperança no Amor



ONDE MAIS DÓI

(Clarice Lispector)


Estou a um quase passo de admitir que a vida que levo é um pretexto para ofuscar a vida que não gostaria de ter. Vida como desculpa por existir. E o incrível é que eu não dou o passo. Fico tão imóvel que estar parada é o meu maior movimento. O mais violento. E não consigo sair exatamente daquele lugar onde todas as sensações ocorrem, justamente por estar tão grudada em mim é onde mais dói: na pele.

2 comentários:

  1. Domingo dia 19, programei uma surpresa para vc lá no blog!
    Venha me visitar! Espero que goste!
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  2. O amor é muito lindo e um doce presente estar em sua companhia.

    Beijos

    ResponderExcluir