quinta-feira, 23 de junho de 2011

REPARTINDO, AMOROSAMENTE, A DOR





De longe te hei de amar - da tranquila distância em que o amor é saudade e o desejo, constância.
Cecília Meireles

2 comentários:

  1. Obrigada por ter visitado meu blog :)
    Bom final de semana pra você.

    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Rosélia

    Uma carta que nos toca e fiquei emocionada, pois em minha participação fiz um conto de uma viciada numa cada de recuperação.
    Sempre bom compartilharmos o apoio a dor, a quem precisa. Compartilhar o amor de Deus.

    Beijos no seu coração

    ResponderExcluir