sábado, 28 de abril de 2012

Se tu Chegasses






"Se tu chegasses e me dissesses - vamos...
E as tuas mãos às minhas estendesses
Esse gesto talvez eu não entendesse
Porque jamais sonhei que o alcançasse
E... Se, suavemente, os teus olhos me olhassem
E só ternura neles eu visse
Neste momento, quem sabe,
Eu pedisse que os nossos rumos jamais se separassem
Se depois os teus braços me envolvessem
E nesse abraço o teu amor me desses
Talvez o próprio Deus me entendesse
E neste instante vida, "Ele" parasse..."



Nenhum comentário:

Postar um comentário