sábado, 28 de julho de 2012

A Experiência do Encontro


Certa vez havia um templo de Amor, Alguém chegou à porta e bateu.
Uma voz lá dentro perguntou:
-Quem é?
-Eu sou um comerciante.
-Nesse Templo não há lugar para comerciante.
É melhor contar com seu dinheiro em outro lugar.
Uma outra pessoa bateu:
-Quem é você?
-Eu sou um politico poderoso.
-Nós não precisamos de políticos aqui. É melhor voltar e servir realmente o povo...
Mas uma pessoa bateu:
-Quem é você?
-Eu sou um professor de Religião.
Aqui não precisamos de professores. É melhor você ensinar numa Universidade.
-Mais uma pessoa chegou:
-Quem é você?
-Eu sou católico, porém nunca pratiquei a fé.
Outra pessoa bateu à porta;
-Quem é você?
-Sou uma modelo de elegância.
-Volte ao seu planeta e cuida da beleza de seu coração.
Finalmente bateu uma pessoa muito simples:
-Quem é você?
-Eu sou um coração que transbordo de amor.
Logo a porta se abriu para que pudesse entrar no templo do Amor.

domingo, 22 de julho de 2012

O Amor Expulsa o Medo



Um casal estava vivendo a lua de mel e viajava num barco para uma ilha.
De repente, se levantou uma tremenda tempestade. O barco, pequeno e frágil, era sacudido por ventos, chuvas e onda de tal maneira que parecia naufragar.
A jovem esposa sentia muito medo e começou a tremer.Olhou para o marido, um samurai, um guerreiro japonês... mas ele continuava sentado silenciosamente, como se nada estivesse acontecendo.
A mulher disse:
- Por que fica aí parado feito uma estátua? Fala alguma coisa.
O samurai sacou a espada e a encostou no pescoço da mulher. Ela começou a rir e ele perguntou:
-Por que está rindo? Não sabe que basta um movimento e você pode morrer???
Ela respondeu:
-Mas a espada está nas suas mãos  e o meu amor não me causará problema. Pode ser perigosa mas está nas suas mãos.
O samurai afastou a espada e disse:
-A tempestade está nas mãos de Deus. É  perigoso mas está nas mãos de quem amamos e que nos ama...
Por isso, não precismos temer...

terça-feira, 17 de julho de 2012

Saudade



SAUDADE



Sinto saudades do dia em que nunca nos encontramos.
Sim, daquele em que não nos vimos pela primeira vez.
Desse em que nunca te tive.
Daquele em que não falaste o que eu queria ouvir.
De nossa primeira noite que jamais houve,
quando deixamos de conhecer-nos,
biblicamente, até o desmaio.

Tenho sede da noite
em que nem começamos a beber-nos.
Sinto fome dos momentos
em que não estávamos um no outro,
devorando-nos gota a gota.

Poderia desenhar nos mínimos detalhes
tudo o que não aconteceu.
O amor que não explodiu,
o desejo que não cristalizou,
todo esse nada que não vivemos
tão intensamente separados.

É uma saudade tão grande!...
Uma saudade, como se nunca tivesse acontecido.
Como este afago que não te mando,
e que ainda assim, nunca o receberás...
(Bruno Kampel)

domingo, 15 de julho de 2012

MEDO DE AMAR



O amor é tão difícil de encontrar...

E ainda mais difícil de definir...











Deus é amor

Arrisquemo-nos a viver por amor



Deus é amor


Ele afasta o medo...




sábado, 14 de julho de 2012

Chamo-me Felicidade






Ainda que o tempo passe e você ache que nunca mais, eu vou ser toda sua.

Ainda que não lembre meu gosto e não reconheça meu rosto, ainda que evite pensar.

Ainda que nesse momento você não se sinta capaz, eu vou ser toda sua.

Ainda que esteja sem força, a água secando na boca, ainda que tema se olhar.

Queira, acredite, me aguarde: eu vou ser, de verdade.

Ou eu vou ser toda sua ou não me chame...

Ainda que essa ventura pareça distante demais, eu vou ser toda sua.

Ainda que me imagine dos outros, prazer e alegria dos outros e maldiga a hora em que me desejou.

Queira, acredite, me aguarde: eu vou ser sua, de verdade.

Ou eu vou ser toda sua ou não me chamo, ou não me chamo....

Felicidade

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Meu Sonho





Meu Sonho

Parei as águas do meu sonho
para teu rosto se mirar.
Mas só a sombra dos meus olhos
ficou por cima, a procurar...
Os pássaros da madrugada
não têm coragem de cantar,
vendo o meu sonho interminável
e a esperança do meu olhar.
Procurei-te em vão pela terra,
perto do céu, por sobre o mar.
Se não chegas nem pelo sonho,
por que insisto em te imaginar?
Quando vierem fechar meus olhos,
talvez não se deixem fechar.
Talvez pensem que o tempo volta,
e que vens, se o tempo voltar.
 (Cecília Meireles)

terça-feira, 10 de julho de 2012

Vou te Amar Como Nunca



Deixa brotar outra vez a madrugada.
Estarei de vigília
à tua espera.
Pode acontecer de me distrair
namorando estrelas
- foi assim uma vez
e não te vi passar.

Agora, não; aprendi com as girafas
e não te perco na noite.

E quando te sentir por perto
vou tremer por dentro
como nas manhãs de ressaca.
Se me olhares, sorrirei tímido;
se me gostares,
vou te amar como nunca.

(Luiz de Aquino) 

domingo, 8 de julho de 2012

O Amor



Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção pode ser a pessoa mais importante da sua vida. Se os olhares se cruzarem e, neste momento houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.

Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'agua neste momento, perceba existe algo mágico entre vocês. Se os corpos se atraírem loucamente, se a química da pele permanecer antes, durante e depois de fazerem amor, acredite vocês são almas afins. Se fazer amor for muito mais do que fazer sexo, se o prazer não for só um momento e se depois vocês dormirem abraçados, entrelaçados até amanhecer o dia, aceite, algo de muito importante está acontecendo na sua vida...

Se acordar no meio da noite e sentir vontade de observar a pessoa dormindo, sentir a respiração, tentar adivinhar o que ela está sonhando e, neste momento, sentir vontade de beijá-la com carinho, e essa pessoa mesmo dormindo, retribuir, assim, meio inconsciente, fique feliz, vocês já são um do outro, inteiramente...
Se o primeiro e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar juntos chegar a apertar o coração, agradeça, Deus te mandou um presente divino O AMOR...

Se um dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e em troca receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem mais que mil palavras entregue-se, vocês foram feitos um para o outro...
Se por algum motivo você estiver triste, e a outra pessoa sofrer com seu sofrimento, chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa, você poderá contar com ela em qualquer momento da sua vida...
Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali ao seu lado...
Se você conseguir saber o que está incomodando a pessoa, mesmo que aparentemente esteja tudo bem...

Se você souber exatamente o momento do filme em que ela vai estar chorando, mesmo sem olhar para ela...
Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos.
Se você não consegue andar pelas ruas, sem deixar de segurar a mão da outra, mesmo que um poste atravesse os dois ao meio.
Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um fututo sem a pessoa ao seu lado...
Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo assim, ter a convicção que vai continuar sendo louco por ela...

Se você preferir morrer, antes de ver a outra partindo é o Amor que chegou na sua vida, é um presente de Deus. É uma dádiva. Muitas pessoas apaixonan-se muitas vezes na vida, mas poucas amam e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem deixá-lo acontecer verdadeiramente, por isso preste atenção nos sinais, não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida, O AMOR !

 ( Carlos Drummond de Andrade )

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Amo-te Tanto





Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim pra te oferecer.
Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz!

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!
( Florbela Espanca )

quarta-feira, 4 de julho de 2012

O Amor Quando se Revela



O AMOR QUANDO SE REVELA

O AMOR, quando se revela,
Não se sabe revelar.
Sabe bem olhar p'ra ela,
Mas não lhe sabe falar.

Quem quer dizer o que sente
Não sabe o que há-de dizer.
Fala: parece que mente...
Cala: parece esquecer...

Ah, mas se ela adivinhasse,
Se pudesse ouvir o olhar,
E se um olhar lhe bastasse
P'ra saber que a estão a amar!

Mas quem sente muito, cala;
Quem quer dizer quanto sente
Fica sem alma nem fala,
Fica só, inteiramente!

Mas se isto puder contar-lhe,
O que não lhe ouso contar,
Já não terei que falar-lhe
Porque lhe estou a falar...

(Fernando Pessoa)

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Descrever-te







Descrever-te




O teu sorriso não sei descrever
É tão bonito e sincero
Que sempre me dá forças
Para o dia a dia viver

Dos teus olhos nem quero falar
É que parecem duas estrelas
Que sempre brilham
Para o mundo embelezar

As tuas mãos são suaves
Nelas procuro agarrar
Para me sentir mais tua
E nunca as largar

Olho para ti e vejo amor
Vejo uma pessoa especial
Que me dá carinho
E não me quer nem faz mal


Teu abraço aconchegante e quente
Parece uma almofada de algodão
E é nesses teus abraços
Que sei o quanto feliz e protegida estou
( Ana Tojal )