terça-feira, 28 de agosto de 2012

Amar sem Conta


Este é o nosso destino: amar sem conta
Distribuindo por coisas pérfidas o nulas
Doação ilimitada a uma completa ingratidão
E no caminho vazio do amor e da procura
Paciente demais e mais...
(Carlos Drummond de Andrade)

Nenhum comentário:

Postar um comentário