domingo, 30 de dezembro de 2012

Amar, Apesar de Tudo



Li um  livro lindíssimo no meu último silenciar no Mosteiro...
Amar, apesar de tudo (Jean- Yves Leloup)

Impasses amorosos de relacionamento, familiares, profissionais, espirituais...

Impasse ou beco: caminho (saída)...

O AMOR não podemos tomá-lo! Tudo o que podemos é oferecê-lo.

Amor

Quando nos lembramos de alguém nem sempre nos ocorre que esse alguém nos abençoou e crucificou, nos dilacerou e, ao mesmo tempo, nos proporcionou a maior felicidade... Gostaríamos de uma coisa sem a outra...

A vida é feita para morrer, a flor é feita para murchar, o amor é feito para passar...
Nós somos passantes...

Amar alguém é declarar-lhe: Você há de morrer! (há realidades que não morrem)...


Nenhum comentário:

Postar um comentário