sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Revisando o Amor e suas Ruínas



"Minha alma é um bolso onde guardo minhas memórias vivas.
Memórias vivas são aquelas que continuam presentes no corpo.
Uma vez lembradas, o corpo ri, chora, comove-se, dança..."

(Adélia Prado)




Nenhum comentário:

Postar um comentário