quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Se eu Pudesse Nunca te Perder



Eu aprendi:
-que o AMOR, e não o TEMPO, é que cura todas as feridas...


Ah! Se eu pudesse
Ser a sua vida, ser o seu  sonho
Ser a luz que ilumina seus passos
Ser quem você ama
Ah! Se eu pudesse
Eu iria ao infinito e do infinito gritar
Gritar que o belo é ter você
É saber que você está junto de mim
Gritar que o importante é sentir você
É olhar em seus olhos
É sentir o amor correr nas veias
Descansar no coração
Ah! Se eu pudesse
Se eu pudesse ser poeta neste momento
Um verso iria para você escrever
Iria pôr no papel o que no pensamento
e no coração existe por você
Ah! Se eu pudesse
Andar por onde você anda
Ser aquela que você quer
Ah! Se eu pudesse
Beijaria seus lábios, doce de mel, seus lábios deliciosos...
Ah! Se eu pudesse
Se eu pudesse de mãos dadas caminhar com você
Pela rua, pelo parque, pelo campo, pela estrada
Eu seria mais esperança, seria um pouco de mim
Para ser um pouco mais de amor, para ser um pouco de você
para viver dentro de você
Ah! Se eu pudesse
Até minha vida eu daria para você
Ah! Se eu pudesse
Ah! Se eu pudesse nunca lhe perder...

(Paulo Fuentes)

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Amo-te Tanto!





Deixe dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem pra te dizer !
São talhados em mármore de Parós
Cinzelados por mim pra te oferecer.

Tem dolência de veludo caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer !

Mas, meu Amor, eu não te digo ainda...
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz !

Amo-te tanto ! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz.
(Florbela Espanca)