segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Comece a Amar



Não espere ser amado pelo outro.
Tome a iniciativa e comece!
(S. João Crisóstomo)

Eis que a querida amiga Norma do blog: 

http://pensandoemfamilia.com.br/blog/

Nos sugere uma imagem tão linda e passo a falar da ressonância dela em meu ser:



Logo que vi a imagem ilustrativa, veio em mim uma intensidade de água que retratou, para mim, uma abundante chuva de amor... 
Com ela, veio, concomitantemente, o que pode provocar nos demais: uma chuva de ciúme, inveja e outros derivados de corações não amados...
Por que será que, quando amados, provocamos nos demais, sentimentos negativos?
Me pus a pensar nisso...
Por que não ficamos felizes com a alegria e felicidade alheia seja na área do amor em todos os níveis dele... seja no afetivo direcionado a um ser ou a outros irmãos, semelhantes nossos?
Já vivi experiência de chuva de amor com outro temporal de invejas e já vivi chuva de amor sereno onde os demais ao meu redor, ficaram felizes comigo... 
A esses, chamo de amigos do peito, de verdade...
Haverá amigo que não seja de verdade? (rs)...
O interessante é que na abundância de amor, intensamente se vive e se é feliz mais do que na ausência dele o que não significa que estar só nos torne infelizes...
Muito pelo contrário, o coração tem sentimento como sempre e se sente o amor transbordar nele pois é um sentimento bom...
Vivamos o amor em profundidade e teremos o céu perto de nós!


Flores para você, querida Norma e para todos os amantes (que amam) e amados...

Um comentário:

  1. Amar sem ser correspondido é complicado, mas amar e dele desabrochar o amor verdadeiro, isso sim é válido.
    Por isso concordo com a frase: Não espere ser amado para amar" porque se nunca tentar não saberá se existe amor.
    Lindo texto e lindas imagens.

    Um beijo querida!

    ResponderExcluir