quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Romance Predestinado por Deus



"É o amor que reina, querido!"
"A  linguagem do coração é  a mais sublime que existe."
Quanta ansiedade, parece que não chega mais esse lindo dia. 
Olhar para trás agora a fim de ver o caminho espinhoso que percorremos. 
Assim aquilataremos melhor o valor de nosso Imenso Amor.
As mensagens de minha Maria sempre me chegaram às mãos com um "Salve Maria!".
É o cumprimento dos congregados, muito lindo. Com a graça de Deus, iremos bem por toda a vida.
Formaremos um lar simples, onde possa reinar um casal feliz.
Espero tudo de você e o mesmo deverá esperar de mim.
Puxa!
Como está demorando!..
"Já não podemos viver separados. Chega, já é demais!"
É... mas só o tempo não espera,  meu amor. 
Maria, sempre agradeci a Deus o fato histórico de 3 de Fevereiro de 1960.
Desfrutei em sua companhia e na de todos os seus parentes e amigos uma felicidade cheia da graça muito acima das perspectivas previstas. 
Tenho fé que assim será eternamente.
"No princípio era o Verbo e este se fez Carne."
Assim, ocorreu também conosco porque tudo o que surgiu entre nós e para nós era divino, era como o Verbo.
Neste ponto, rendemos graças a Deus. 
Este caderno não está saindo de mim pra você; mas, de nós pra homenagem de nosso romance; para  a nossa recordação no porvir.
Alguma coisa como o sol raiando, como a aurora num vale semelhante a Dois Irmãos, me anuncia um futuro duradouro para nós. 
Um recanto: um açude, um coqueiral; o caminho da igrejinha o vento que sopra forte lá naquele pedaço de mata do alto do morro, bem defronte da "varanda" do lar do senhor "Tonho"; aquela casinha bonita que eu, ao chegar, denominei de "palacete"; o curral de gado; a vargem; o córrego que dá um toque bem romântico ao lugar; as cancelas, porteiras; os mata burros...; a máquina de pilar café; o dínamo e a luz elétrica, assunto de nossa inesquecível viagem; a hora de "dona Manola"; quanta recordação, meu amor, guardamos daquele paraíso. 
Ele está bem dentro de nosso coração para sempre...


(Continua)...

3 comentários:

  1. .

    O importante não são
    as rimas dos versos
    e muito menos a men-
    sagem que eles têm,
    mas o desabafo de um
    coração que pulsa o
    pulso que a alma tem.

    Um beijo.

    Ainda estou te se-
    guindo, sabias?

    silvioafonso






    .

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde Orvalho...
    quando estamos em fluxo de amor com o divino tudo em nossa vida passa a ser puro amor.. tudo simplesmente acontece para fortalecer nosso eu que se v~e por vezes preso ao ego.. bjs e um lindo dia
    até sempre

    ResponderExcluir