quinta-feira, 20 de março de 2014

Loucuras de Amor


"O amor não gosta da injustiça mas se alegra com a verdade" 
(1 Cor 13,6)

Vamos enfrentando este suplício de separação com Fé na bonança"
"Eu já não sei calcular o tamanho do meu amor por você."
Eita coisa louca!
"Pode confiar em mim, irei para o casamento preparada para enfrentar todos os problemas."
"Eu quero ser uma esposa cem por cento.
Esforçar-me-ei para proporcionar-lhe felicidade."
Nossas intenções precisam ser dignificadas.
"É uma maravilha o nosso amor puro e radiante.
Merecemos felicidade para a vida inteira.
Está uma animação maravilhosa para o nosso casamento."
No dia 1 de Maio você ditou estas palavras: "Dia lindo, cheio de luz, coração florido, transbordante de amor."
Estamos por pouco, meu sonho.
Vamos, com o nosso grande amor, unir nossas preciosas almas.
"O amor é a maior claridade divina na alma."
Nosso pedacinhos se confundem por demais, veja:
"Este amor é a minha maior felicidade."
De quem será?...
É nosso.
Não sei de nenhum romance moderno de tanta eloquência como o nosso.
(È claro que modéstia à parte...).
Temos um lastro bem grande de cartas.
Elas se cruzaram ansiosas.
Isto é uma base, creio, suficientes para termos o futuro relativamente assegurado, minha Maria...
Não lhe parece?
Nosso romance fiel, é e será (com fé em Deus) todo dedicação fiel e desvelada. 
Assim eu o desejei, assim o tive, assim há de continuar por toda a nossa existência.
Sei que você está feliz; sei que cumpri do melhor modo que pude, o prometido; sei, neste transe, das possibilidades futuras em nossa vida comum.
Estamos no fecho final, são dias de preocupações intensas. 
Na verdade, há uma série de coisas a resolver na conclusão de qualquer noivado.
"Calculo as preocupações do meu queridinho bem."
No fim, tudo dará certo.

Um comentário: