quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Amor de Deus (II)



"Sempre que um ser humano é inteiramente possuído por algo, também o seu corpo é abrangido. Sempre crer em Deus não somente com a cabeça, mas o experimentarmos em nosso coração e com todos os nossos sentidos, então todo o nosso corpo será atingido.

O que é amor, este pode amar sempre e em qualquer lugar, dele em amar o amor, mesmo que eu não viva uma relação estável com uma outra pessoa.

Por querer amar realmente, muitas vezes basta a respiração da pessoa amada. Ele sente na respiração conjunta com este amor, fluir dentro de si e a conectar de forma profunda ao outro. Na respiração eles se tornaram um. Que sente este amor humano, atenta e conscientemente, também sentirá o amor de Deus ao se relacionar de forma zelosa consigo."

Um comentário:

  1. Lindo e muito verdadeiro. Amei!
    Que Deus possa estar presente em todos os corações, em todos os momentos.
    Beijos e um abençoado dia!
    Mariangela

    ResponderExcluir