sábado, 11 de outubro de 2014

O Amor é Presente




O amor conduz o ser humano a sui mesmo com sua verdadeira essência. Ele corresponde ao ser mais íntimo.
O amor não se vangloria. Ele não precisa aparecer, envaidecer-se ou inflar-se.

O amor não procura vantagem própria, não busca pelo que é seu; ele não gira em torno do próprio eixo; não precisa se impor para que simplesmente está presente. Ele não usa o outro para si, mas lhe é útil; não espera do outro a felicidade, mas quer fazê-lo feliz.

O amor reage apropriadamente. Ele diz respeito ao momento presente.

6ª apresentação

Estou aqui:
http://vendedordeilusao.blogspot.com.br/2014/10/prosas-poeticas-na-6-apresentacao-traz_11.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário