terça-feira, 29 de abril de 2014

sexta-feira, 25 de abril de 2014

segunda-feira, 21 de abril de 2014

As Estrelas me Fazem Sorrir



''E abrirás às vezes a janela à toa, por gosto...
E teus amigos ficarão espantados de ouvir-te rir olhando o céu.
Tu explicarás então: "Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!"

(O Pequeno Príncipe)

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Amor é Pássaro que voa


"Amar é ter um pássaro pousado na ponta do dedo.
Quem tem um pássaro pousado na ponta do dedo
sabe que a qualquer momento ele pode voar."

(Rubem Alves)



terça-feira, 15 de abril de 2014

O que é da Gente

"Momentos de Inspiração" 24ª Edição

Imagem  wehearit

http://mamyrene.blogspot.com.br/2014/04/momentos-de-inspiracao-24-edicao.html


"Amor é a gente querendo achar o que é da gente."

(João Guimarães Rosa)

Doçura

Não condenar!
Firmeza
Terno
Brandura
Suavidade
Benignidade...


quarta-feira, 9 de abril de 2014

Os Versos que te dei

Meu Céu Interior

Os versos que te dou...

Ouve estes versos que te dou, eu os fiz
Hoje quer sinto o coração contente,
-Enquanto o teu amor for meu somente,
Eu farei versos... e serei feliz...

E hei de fazê-los pela vida afora
Versos de sonho e amor, e hei depois,
Relembrar o passado de nós dois...
-...esse passado que começa agora...

Estes versos repletos de ternura
São versos meus, mas que são teus, também,
Sozinha, hás de escutá-los, sem ninguém
Que possa perturbar nossa ventura...

Quando o tempo branquear os teus cabelos,
Hás de um dia, mais  tarde, revivê-los,
Nas lembranças que a vida não desfez...

E, ao lê-los, com saudade, em tua dor,
Hás de rever, chorando, o nosso amor,
E hás de lembrar, também, de quem os fez.

Se nesse tempo eu já tiver partido
E outros versos quiseres, teu pedido
Deixa ao lado da cruz para onde eu vou.

Quando lá, novamente, então tu fores,
Podes olhar do chão todas as flores
Pois são versos de amor que ainda te dou!


Querida noiva Maria, estes versos me chegaram às mãos por obra do acaso, com predestinação e objetivos certos. 

Chegou como o nosso amor e eu os considero adequados para encerrar este livreto. 
São de autoria de J.G de Araújo Jorge.


Agora, meu querido amor, para concluir, só me resta lançar aqui a frase que vem servir de companheira inesquecível de nosso amor:

"Consummatum  est!"

José

Um desejo ardente:
Viver com você segundo a imagem da SAGRADA FAMÍLIA
Louvado seja o nosso Senhor Jesus Cristo!


sábado, 5 de abril de 2014

Graças a Deus por tão Sublime Amor


É aqui o lugar também do velho ditado: melhor evitar que remediar.
Compreendamo-nos, Maria, temos as qualidades adequadas para criarmos, com a graça de Deus, um futuro bendito como é o nosso presente, como foi o nosso passado tão vivo.
Temos a nossa dignidade para elevar sempre; temos a honra de nossas famílias para garantir com a nossa união perfeita, homogênea; temos a glória de Deus para alcançar com a virtude do nosso proceder. 
Dignificando-nos; honremos a nossos pais. 
Glorifiquemos ao Pai Eterno, para merecermos a ventura do enlace celestial. 
Minha querida, com vistas à cerimônia sócio cristã próxima para nós: contrito, rezo um Pai Nosso, três Ave Marias e o Glória ao Pai.
Louvado seja a Deus!


Este final de página ficará em branco para significar a pureza de nossas intenções.

Nas duas seguintes, há uma sentimental poesia e a razão porque ela veio a pertencer a esta obra.

terça-feira, 1 de abril de 2014

Amor Real


"Em relacionamentos, laços mantêm pessoas mais unidas do que algemas." 
(Marcio Kühne)

Sinceramente, Maria, não tenho medo de viver com você dentro dos princípios cristãos e sociais. 
Estudei-a durante a nossa divinal viagem: estudei-a no período em que carteávamos; estudei-a em nosso namoro e, finalmente, durante o nosso noivado.
No princípio, fiz estes estudos em plena razão ( o meu melhor estado para o passo que vamos dar): em seguida, apaixonadíssimo, daí segui trocando sentimento de paixão para amor.
Observei-a,querida Maria, sempre pelo prisma da honesta intenção, da verdadeira paixão e do amor sem definição, do verdadeiro amor, creio cegamente. 
Tenho plena certeza de que sempre a amei, desde aquele sublime momento. 
Sei; ama-la-ei eternamente. 
Tenho pena certeza de que sempre a amei, e, por isso, tenho rogado a Deus para me possibilitar toda a vida com você, minha Maria.
Pode acontecer qualquer coisa diferente de tudo o que desejei para nós, mas... jamais poderei libertar-me deste amor que é tudo para mim e no qual deposito orgulhoso toda a minha fé.
Considero este nosso amor, como o meu "amor e salvação".
Sempre procurei fazer justiça; a justiça que minha inteligência me permite observar; gosto de ser justiçado e evito ofender para não ser ofendido. 
Tenho exposto, neste final, alguma coisa mais séria: menos ilusória, menos sonhadora, mas de profunda razão de ser, creio. 
Sou cuidadoso com as coisas que comigo se relacionam, para evitar injustiças. 
Acho cabível, nas diretrizes destas linhas, o que tenho exposto.
Dir-se-ia que o momento é de sonho, de poesias, de romance; justamente por isso, digo eu, é que enquadro certas observações aqui. 
Quero esclarecer; quero fazer-me entender melhor; quero, enfim, providenciar ventura, felicidade e este é o verdadeiro momento.