sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

Como não Te Amar?


COMO  NÃO  TE  AMAREI,
A  TI  QUE  ASSIM  ME  AMASTE
Das  Homilias  de  São  Gregório de Nissa, bispo,
sobre o Cântico dos Cânticos


           Avisa-me, amado de minha alma, onde apascentas, onde descansas o rebanho ao meio-dia, para que eu não vague perdido entre os rebanhos dos teus companheiros  (Ct 1,7).  Onde apascentas, ó bom pastor, que trazes nos ombros todo o rebanho? (Pois a única ovelha que tomaste sobre os ombros representa todos os homens). Mostra-me um lugar de repouso, conduze-me a pastos bons e nutritivos, chama-me pelo meu nome, para que eu, que sou ovelha, ouça a tua voz; e por força de tua voz, dá-me a vida eterna: avisa-me, amado de minha alma.
           Chamo-te assim, pois o teu nome está acima de todo nome e de toda inteligência, e não pode sequer ser pronunciado ou compreendido pelos seres racionais. O teu nome é revelador da tua bondade, é o sentimento da minha alma para contigo. Como, pois, não te amarei, a ti que assim me amaste, apesar de negra, que deste a tua vida pelas ovelhas que apascentas? Não se pode imaginar maior amor que este: que tenhas dado a tua vida pela minha salvação. Por isso: Avisa-me onde apascentasa fim de que, tendo encontrado a pastagem salutar, eu me sacie do alimento celeste, do qual quem não come, não pode entrar na vida eterna. E, aproximando-me da fonte, beba do cálice divino que apresentas aos sedentos, água que jorra do teu lado, da ferida aberta pela lança, que no que a prova torna-se uma fonte de água jorrando para avida eterna  (Jo 4,14).
       Se me apascentares assim, far-me-ás repousar ao meio-dia, quando, logo adormecendo em paz, descansarei na luz que não tem sombra; pois que ao meio-dia não há sombra, estando o sol a pino, e nessa hora fazes repousar os que apascentaste, quando acolhes os teus filhos em teus aposentos. Mas quem não for filho da luz e filho do dia não será considerado digno desse descanso meridiano. Mostra-me pois como convém repousar e apascentar, e qual seja o caminho do repouso meridiano, para não acontecer que, afastando-me da tua mão por ignorância da verdade, me ajunte a outros rebanhos que não são os das tuas ovelhas.
       

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

domingo, 13 de dezembro de 2015

O Amor é Saudade



De longe te hei de amar 
- da tranquila distância 
em que o amor é saudade 
e o desejo, constância. 

(Cecília Meireles)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

O Amor é Triste



Nunca ninguém viu ninguém
que o amor pusesse tão triste.
Essa tristeza não viste,
e eu sei que ela se vê bem...

(Cecília Meireles)

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Amor Negado



"Se me é negado o amor, por que, então, amanhece;

por que sussurra o vento do sul entre as folhas recém nascidas?

Se me é negado o amor, por que, então,

A noite entristece com nostálgico silêncio as estrelas?

E por que este desatinado coração continua,

Esperançado e louco, olhando o mar infinito?"
(Tagore)

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Amor Inebriante



"Fui seduzida...

Meu coração foi atingido por Ti como por um raio...
Então comecei a Te amar...

O Céu e a Terra
E todo o que neles existe
Dizem-me para eu Te amar...

Foi a oração de muitos amigos
Que fez de nossas almas
Uma só alma
E dos nossos corações
Um só coração...


Eis que a Tua voz é a minha alegria... a Tua voz está para mim... acima de qualquer outro prazer...
Não descuides do meu amor sedento...
Possa eu inebriar-me de Ti..."



quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Alguém Está Comigo (V)



Pois meu Amor Lhe é tão valoroso assim.
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

1-      Alguém de hora em hora está a esperar
Que o meu amor eu Lhe venha ofertar
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

2-      Alguém bate à porta e mendiga amor;
Só poucos, o Amor: esta é a sua dor!
Jesus,  o meu Noivo, o Amor Eterno.

3-      Alguém me revela o seu Coração
Partilha comigo sua dor e aflição –
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

4-      Alguém é o único a me prometer,
Que na terra e nos céus sempre meu há de ser.
Jesus o meu Noivo, o Amor Eterno.

quarta-feira, 4 de novembro de 2015

Alguém Está Comigo (IV)


1-      Alguém sempre um alvo e desígnio só tem.
Como possa ajudar-me e fazer-me o bem
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

2-      Alguém não me esquece, nem mesmo no porvir.
Quando falo, está sempre de novo a me ouvir –
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

3-      Alguém resplandece como o sol em cor,
Seu desejo é amar-me, onde quer que eu for-
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

4-       Alguém até do meu futuro cuidou,
Minha morada celeste já preparou-
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

5-      Alguém que me ame, dá muito valor,
Quando sai de minha boca uma palavra de amor
Jesus, o me Noivo, o Amor Eterno.


6-      Alguém que pergunta: - Tu Me amas, a Mim?

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Alguém Está Comigo (III)



Como pode minha dor em alegria transformar?
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

1-      Alguém sabe sempre o que me atormentou,
é Ele que todas as minhas lágrimas contou
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

2-      Alguém é que nunca vai me desamparar
Alguém no qual sempre meu amor pode confiar.
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

3-      Alguém para o qual não sou perdido demais,
Alguém que pela graça, sua Justiça me traz
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

4-      Alguém sempre zela por mim com amor,
Para que eu irradie sua formosura e fulgor –
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

5-      Alguém que a si mesmo à morte entregou
Para livrar do pecado que me escravizou.
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Alguém Está Comigo (II)

1

-      Alguém está sempre a me dar sua mão, me guia direito e me dá proteção – Jesus, o meu noivo, o Amor Eterno.

2-       Alguém vai comigo e jamais me esquecerá pois muito  me preza. Sua vida por mim deu- Jesus, o meu noivo, o Amor Eterno.

3-      Alguém está sempre a me procurar, a fim de eu com ele em união sempre estar – Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

4-      Um coração por  mim arde em amor, pois o que disse meu Noivo e Senhor? Meu coração se ama intimamente.

5-      Alguém que eu conheço, é sem igual, pois incomparável e seu fiel amor celestial
- Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno

6-      Alguém é fiel e jamais vai mudar, Já me espera nos céus, quando a terra  passar
Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.


7

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Alguém Está Comigo (I)



1-      Alguém está sempre bem perto de mim, alguém já está me aguardando quando eu chegar no lar, enfim- Jesus, o meu noivo, o Amor Eterno.
2-       
 Alguém está sempre a me acompanhar, e assim, sempre a dois estamos a andar – Jesus, o meu noivo, o amor eterno.

3-       Alguém  na cerca do mais terno amor, alguém que sente minha mais leve dor- Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

4-      Alguém me consola com carinho sem par, ele, que com amor está sempre a me esperar – Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

5-      Alguém é que jamais me decepcionou, está sempre ao meu lado, lá onde estou – Jesus, o meu noivo, o Amor Eterno.

6-      Alguém me compreende em cada aflição, é Ele que nunca me abandona. En
tão – Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.

7-      Alguém está sempre a ouvir minha voz e ao mais leve suspiro já consolo me traz – Jesus, o meu noivo, o Amor Eterno.

8-      Alguém está sempre à  minha disposição, pronto a ajudar-me em meio à dor e aflição – Jesus, o meu Noivo, o Amor Eterno.



quarta-feira, 7 de outubro de 2015

De Coração Te Agradeço (III)



E assim Te adora o meu coração
Pois grandes obras em mim fez tua mão,

Em tua Graça infinita
Fizeste-me tão rico assim,
Os céus trouxeste para mim
De coração Te agradeço.
(Ir. Nicolas)

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

De coração Te Agradeço (II)



Em mim, o mais pobre pecador
Esbanjas tuas riquezas de anos
As tuas bênçãos celestes
Fizeste-me tão rico assim.
Os céus trouxeste para mim!

De coração Te agradeço.

sábado, 26 de setembro de 2015

5 Anos do blog

(Foto da filha, genro e netinhos, eu que tirei, são quase 10 anos de união...)

O caminho que eu escolhi é o do amor. 
Não importam as dores, as angústias, nem as decepções que eu vou ter que encarar. 
Escolhi ser verdadeira. 
No meu caminho, o abraço é apertado, o aperto de mão é sincero, por isso não estranhe a minha maneira de sorrir, de te desejar o bem. 
É só assim que eu enxergo a vida, e é só assim que eu acredito que valha a pena viver...
(Clarice Lispector)


quarta-feira, 23 de setembro de 2015

De coração Te agradeço! (I)



Jesus, ó meu Cordeiro de Deus,
Meu mais querido Noivo dos céus,
De coração, Te amo.
Fizeste-me tão rico assim,
Os céus trouxeste para mim!
De coração Te agradeço.

Quem é igual a Ti, Senhor?
Meu coração Te presta louvor.

Tu és incomparável!

Fizeste-me tão rico assim
Os céus trouxeste para mim

De coração Te agradeço.

terça-feira, 22 de setembro de 2015

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Considerações Sobre o Amor (II)



(Beatriece de Nazareth)

É uma vida de grandes labores aquela que a alma repele toda consolação e não admite trégua alguma em sua busca. O Amor a chamou e conduziu, mostrou-lhe seus caminhos nos quais ela se manteve fielmente em duras penas, em penosos trabalhos, com ardente langor e poderosos desejos, com grande paciência e grande impaciência, nas doçuras, nas dores e  muitas contusões, na busca e na prece, na pobreza e na pose, na escalada e na incerteza, na perseguição e no abraço, na  necessidade  e na inquietude, na angústia e na preocupação, na febre mortal, na fé pura e também, muito frequentemente, na dúvida.

Alegria ou dor, ela está pronta a tudo carregar. Morta ou viva, ela quer se entregar ao Amor, ela suporta em seu coração imensos sofrimentos e é unicamente por amor que ela quer alcançar a terra prometida. Quando ele vivenciou tudo isso, a glória foi seu único refúgio, porque assim é, acima de tudo, a obra do Amor. Ela quer a  mais estreita união e o mais alto estado, onde a alma o entrega à mais íntima união.

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Considerações Sobre o Amor (I)



(Hadewijch d'Anvers)

Que Deus esteja convosco e vos dê
Verdadeiro conhecimento dos costumes do Amor!
Que Ele vos faça vivenciar o que significa
A palavra de Esposa do Cântico;
“Eu  sou do  meu Bem Amado e Ele é meu.
Que as abandonaria (abandonasse) com Ele ao Amor
Faria do Amor perfeita conquista
Espero que isso vos aconteça, e, enquanto tivemos,
Agradeçamos todas as coisas ao Amor!
Quer saborear este Amor verdadeiro
Na procura ou na descoberta,
Não deve seguir seu caminho nem vereda
Vagueando à procura de vitória do Amor,
Por montes e vales, além
Das vãs consolações, das penas, das tormentas,
Fora dos caminhos do pensamento humano,
O poderoso cavalo do Amor o carrega.
Para a razão não pode compreender
Como o Amor, para o Amor, vê o íntimo
Da Amada,
E como  vive livre em cada coisa
Ah! Quando a abre chega
A essa liberdade que dá o Amor
Ele não poupa nem vida nem morte,
Ele quer o Amor, ela não deixa por menos.
Porque, sendo absolutamente simples, Ele, de  modo algum,
Tem partes...


Não tendo superfície por sua própria natureza. 
Ele está, portanto, determinado a ocupar um lugar qualquer, grande ou pequeno, como se Ele deve não devesse, necessariamente, estar localizado em qualquer  parte. Ele que existiu desde toda eternidade, quando ainda não havia nenhum lugar. 
Mas, graças à infinitude de sua potência Ele atinge tudo  que está localizado, sendo a causa universal do ser. 
Assim, Ele está todo inteiro em qualquer lugar onde Ele se encontre, porque Ele alcança todas as coisas pela sua força que é muito simples.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Turbilhão de Amor


Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.
(Clarice Lispector)

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Um Canto de Amor (II)


Que doce acordar para a alma purificada
Que clara manhã e que dia
Em vossos átrios tranquila Trindade
Será cantado ao Rei da humanidade
Um canto de amor por toda a eternidade.


sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Meu Noivo


Adoração ao Noivo

Que, meu Jesus, faz feliz tanto amor?
Minha alma canta e jubila sem fim,
Jesus, eterna alegria!

Fonte de eterna alegria, o Jesus!
Gente feliz nos torna Tua luz,
Jesus, eterna alegria!

Fonte que em meu coração vem jorrar
Em alegria a dor transformar,
Jesus, eterna alegria!

Ao pecador, Jesus perdão traz
E bem aventurado o fez;
Jesus, eterna alegria!

Já hoje, os céus Tu fazes descer,
Sempre que alguém se arrepender;
Jesus, eterna alegria

Felicidade profunda e sem paz,
Tu, ó Jesus, nos vens preparar,
Seja nos céus ou na Terra.

Feliz a jubilar estou,
Pois noiva de Jesus eu sou,
Me escolheu para amá-Lo.

Meu coração está a pular
De alegria  a exaltar
Jesus, meu Rei Amado.

Na alegria ou na dor
Eu amo só ao meu Senhor,
Pois Ele é incomparável.

Eu tenho de amá-lo assim,
Pois ele é tudo para mim:
Meu noivo e meu tesouro.

Jesus, te exalto, ninguém a Ti é igual
Na terra ou no rieno celestial,
Ninguém jamais a Ti igual será
Jamais alguém tua glória alcançará,
Ó meu Jesus!

Meu coração jubila sem cessar,
E nele um nome sempre está a soar:
Jesus, Jesus, meu único Amor,
Sou tua noiva e possessão, Senhor!

sábado, 15 de agosto de 2015

Um Canto de Amor


Neste dia as colinas brancas com leite
Destilarão mel e doçura
Bem longe estarão os vales da terra
E tereis esquecido a infelicidade
O Anjo de Des dirá: o tempo não mais existe!
Os séculos da morte já se cumpriram
Iluminando até mesmo os Mistérios
A verdade trará uma diadema
E a sabedoria com a caridade
Cantarão seu bem aventurado poema.
Um canto de amor por toda eternidade.

sábado, 8 de agosto de 2015

Canto de Louvor ao Amor (II)


Eu sei que a alma para dar seu fruto
Deve despojar-se de seu vestido primaveril
Trazer em si os estigmas do Cristo
Viver morrendo de angústia e de  miséria
Na agonia esquecer a volta
Dos dias de paz que lhe promete o amor.
Para que repouse no meio dos espinhos
O coração que sofre estes tormentos divinos   
É preciso, Senhor, que a voz do Verão
Preludie enfim e comece em surdina
Um canto de amor por toda a eternidade.

Canto de louvor ao Amor


Este tempo não existe, minha alma está abandonada
Meus olhos nunca mais verão a felicidade
Que espinhos a mim – teu amor – feriu
Teu ciúme devastou meu coração
Se procurei a alegria e o fervor
Fora de tua via, poupa-me, Senhor
Dos grandes pecadores contempla o júbilo
E a dor de que muito me fazer provam
Minha esperança está toda em tua bondade
Que tua piedade e meu martírio trancem
Um canto de amor por toda a eternidade.

sábado, 1 de agosto de 2015

O Amor e Deus


Amar alguém é dizer-lhe: Tu não morrerás!

O indissolúvel entre duas pessoas: Deus!

Não seria o amor humano, inclusive na sexualidade, um eco do amor divino?
Deus criou o homem à sua Imagem e mulher os criou.
Gn 1, 21


sexta-feira, 24 de julho de 2015

Canto de Louvor ao Amor


Onde está o tempo em que vínheis a mim
Como o vosso amor exaltáveis minha fé
Com vossa força para que eu não cedesse
Me dáveis proteção e reconforto
Eu estava em paz como um navio no porto
Tua voz dizia,  Senhor, tomai minha alma
Ela vos pertence – fora de vós nada a encanta
Fechai meus  olhos a qualquer outra beleza
Cantemos logo o epitalâmio
Um canto de amor por toda a eternidade.

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Louvor à Esposa




Tua face é tão suave em minhas mãos
É jovem, é delicada, é frágil
Querida face sensível que se emociona, e treme
Como a erva do campo.
Tua voz, ó bem amada, é a primavera e que canta
Ó grande amor que docemente, se aproxima
É um bálsamo que se espalha, o incenso que sobe.

Teu coração é uma hóstia ofertada ao império
Do Bem essencial
O Tabernáculo ardente das minhas beatitudes,
Um lago de frescor no deserto.

É um astro de fogo e de chamas,
No céu leve e sereno de tua carne
É um hino de suspiros e de lágrimas
Um vergel, um jardim puro e claro.

Teu espírito – aos pés da Sabedoria
Se instrui cada dia humildemente
Conhece-lhe os segredos, os abismos,
O gosto da vinha e do trigo.

Não digas que o amor é cego, ele tem os olhos do Eterno
Não temas seu olhar criado, a  juventude da águia.
Revive  ao céu.

O Deus dos corações – apagados amor
A poeira e as marcas do tempo
E te levar sem ruga e sem mancha, do amor
Ao Amor sem declínio.



quinta-feira, 9 de julho de 2015

Abrir Janelas Para o Amor


A vida me ensinou..."A dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração;Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam;
Calar-me para ouvir; aprender com meus erros.
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças; sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo.
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhoso com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas",
embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e está me ensinando a aproveitar o presente,
como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesmo tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher."
(Charles Chaplin)


Sutileza do Amor


O amor é a força mais sutil do mundo.
(Gandhi)

quinta-feira, 2 de julho de 2015

Sobrevivência do Amor


Você sabe que alguém te ama não pelo que ele fala mas pelo que faz. O amor não sobrevive de teoria.
(Pe. Fábio de Melo)

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Verdadeiro Amor


" O verdadeiro amor nunca se desgasta. Quanto mais se dá mais se tem."

   (Antoine de Saint-Exupéry)

quinta-feira, 11 de junho de 2015

quinta-feira, 4 de junho de 2015

sábado, 30 de maio de 2015

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Sentimento mais Bonito



O Amor é o sentimento mais bonito que o Senhor colocou na alma dos homens..
(Gianna Beretta Molla)

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Saudade


Posso escrever os  versos mais
Tristes esta noite,
Pensar que não a tenho.
Sentir que a perdi.
Ouvir a noite imensa,
Mais imensa sem ela...
A noite está estrelada e
Ela não está comigo.
Isso é tudo, Ao longe alguém
Canta. Ao longe
Minha alma não se contenta
Com tê-la perdido.
Como para aproximá-la,
O meu olhar a procura.
Meu coração a procura, e
Ela não está comigo.
(Pablo Neruda)

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Amor de Coração Tranquilo




"Não quero amor que não saiba dominar-se, desse, como vinho espumante, que parte o copo e se entorna, perdido num instante. 

Dá-me esse amor fresco e puro como a tua chuva, que abençoa a terra sequiosa, e enche as talhas do lar. 
Amor que penetre até o centro da vida, e dali se estenda como seiva invisível, até os ramos da árvore da existência, e faça nascer as flores e os frutos.
 Dá-me esse amor que conserva tranquilo o coração, na plenitude da paz!" 
(Rabindranath Tagore)

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Por acaso (IX)


Por tudo o que, pelo sentido,
Pode neste mundo ser aprendido,
E tudo o que pode ser compreendido
Embora isso seja muito elevado
Nem por graça e beleza
Deixar-me-ei perder
Mas só por um não sei o quê
Que se alcança por acaso.

sexta-feira, 27 de março de 2015

Por acaso (VIII)


Quem pretende possuir ainda mais
Coloca sua preocupação, sobretudo
No que resta a ganhar
E no que já está ganho;
Assim, para alcançar algo mais elevado
Sempre hei de tender
Além de todas as coisas
Por um não sei o quê
Que só se alcança por acaso.

sexta-feira, 20 de março de 2015

Por acaso (VII)


Não acreditem que o interior
Que é de preço muito mais elevado
Encontra contentamento e alegria
No que agrada neste mundo
Mas para além de toda beleza
E o que é, foi e será,
Ele saboreia aí um não sei o quê
Que só se alcança por acaso.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Por acaso (VI)


Portanto, é o que vocês amam
Digam-me se sofreriam
Uma vez que seu gosto não se encontra
Em nenhum ser criado
Mas em algo sem forma corporal
E que não encontra apoio nem pé
Saboreando aí um não sei o quê
Que só se alcança por acaso.

sexta-feira, 6 de março de 2015

Por acaso (V)


"Com efeito, quando a vontade
É atingida por ser divino
Ele não pode manter-se
Senão por ser divino
Na sua beleza sendo tal
Que não é possível vê-la a  não ser pela fé
Ela a saboreia em um não sei o quê
Que só se alcança por acaso."

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Por acaso (IV)


"Não fiquem encantados
Se o gosto permaneceis desse modo
Porque a causa do mal
É estranha a todo o resto.
E, assim, toda criatura 
Acaba por sentir-se estranha
E ele saboreia um não sei o quê
Que só se alcança por acaso."


sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Por acaso (III)


"Aquele que fica enlarguecido de amor
Por ser divino atingido
Seu gosto se transforme de tal modo
Que os sabores lhe escapam
Com aquele que, tendo febre,
Sente aversão por iguarias que estão á sua frente
E tem pena de um não sei o quê
Que só se alcança por acaso."



sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Por acaso (II)


"Coração generoso
Nunca se preocupa em se conter
Onde é possível continuar avançando
Ele se detém no mais difícil;

Nada o satisfaz
E sua fé aumenta também
Que ele saboreia um não sei o quê
Que só se alcança por acaso."

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

Por acaso (I)


"Nem por toda a beleza
Deixar-me-ei perder,
Mas somente por um não sei o quê
Que se alcança por acaso
O sabor de um bem acabado
O máximo que ele possa fazer
É enfastiar o apetite
E estragar o paladar;
Assim, nem por toda a doçura
Deixar-me-ei perder
Mas somente por um não sei o quê
Que se alcança por acaso."