sexta-feira, 6 de março de 2015

Por acaso (V)


"Com efeito, quando a vontade
É atingida por ser divino
Ele não pode manter-se
Senão por ser divino
Na sua beleza sendo tal
Que não é possível vê-la a  não ser pela fé
Ela a saboreia em um não sei o quê
Que só se alcança por acaso."

Nenhum comentário:

Postar um comentário