sexta-feira, 13 de março de 2015

Por acaso (VI)


Portanto, é o que vocês amam
Digam-me se sofreriam
Uma vez que seu gosto não se encontra
Em nenhum ser criado
Mas em algo sem forma corporal
E que não encontra apoio nem pé
Saboreando aí um não sei o quê
Que só se alcança por acaso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário