sábado, 8 de agosto de 2015

Canto de louvor ao Amor


Este tempo não existe, minha alma está abandonada
Meus olhos nunca mais verão a felicidade
Que espinhos a mim – teu amor – feriu
Teu ciúme devastou meu coração
Se procurei a alegria e o fervor
Fora de tua via, poupa-me, Senhor
Dos grandes pecadores contempla o júbilo
E a dor de que muito me fazer provam
Minha esperança está toda em tua bondade
Que tua piedade e meu martírio trancem
Um canto de amor por toda a eternidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário