domingo, 27 de março de 2016

Cântico Espiritual (III)



Na  interior  adega
Do Amado meu, bebi, quando saía,
Por toda aquela várzea
Já nada mais sabia,
E o rebanho perdi que antes seguia.

(S. João da Cruz)

Um comentário:

  1. Bom dia
    O vinho se for em demasia deixa-nos perdidos de nós e das nossas responsabilidades.

    ResponderExcluir