domingo, 30 de abril de 2017

Esperança (I)


Não abandono sonhos e desejos...
Interpelo dinamismo incessante,
Tenho força de recomeçar
Dou a outra face...

Tenho meu lado luz e lado sombra,
A oscilação do pêndulo não me poupa,
Entre fluxos e refluxos,
Sem bipolaridade emocional...

Força entusiástica,
Não excesso de expectativa,
Fase seletiva de escolha de caminhos,
Ação desmedida do ânimo,
Equilíbrio satisfatório...

A fantasia não vai embora,
Não retiro meus pés do chão,
Enraizo meu sonhar...

Bifurcação no caminho?
Acordo o ato de questionar!

Decido em consciência,
Ponho em dúvida o inquestionável,
Reinauguro a palavra porquê,
Vou bem fundo às raízes...

Esperar é Amar?

Amadureço e enxergo,
Cultivo a amplitude do Amor...

Linearidade amorosa? 
Eros  se transforma em Ágape!

Tendência natural,
Dentro do Amor amplo,
Tenho de optar...


quarta-feira, 26 de abril de 2017

Amor Águia


O amor vem de repente...
Alcança-me...
Arrebata-me...
Instala-se...
As semelhanças de alma se encontram... 

No baile da vida,
Algo inusitado:
Acordo!

Encanto,
Virtudes...

Amor encantamento, 
Amolece,
Enternece meu coração...
De coração a coração,
Profundamente...
Cria raízes em mim...
Inigualáveis,
Inesquecíveis!

Desencanto,
Sombras,
Gosto salgado ao paladar...
Não vibro mais com o pôr do sol...
Com as caminhadas....
Com a natureza...
Com tudo o que gerava vida,
Ao meu coração...

Um belo dia,
Tudo se vira do avesso...
Torna-se uma bagunça geral
Dentro do meu peito...
Há tristeza,
Desencanto... 

Esperança, 
Integração,
Amor a mim mesma,
Gostoso ao paladar...
Desejo de dias melhores
Faz-se presente...

Questionamento,
Desintegração,
Gosto agro ao paladar...

Reintegração, 
Amor universal,
Gosto perfeito...
Sou águia!



sábado, 22 de abril de 2017

Pedaços de Amor






Sombras,
Trevas,
Luz...

Encanto,
Desencanto,
Integração,
Desintegração,

Reintegração...

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Como Rapunzel



Um pouco como Rapunzel...
Descubro a ternura dos olhos amados...
Minha própria ternura, 
Beleza, bondade, felicidade...
Abandono a prisão do meu eu,
Pré fabricado e desfigurado,
Pelas bruxas no caminho da vida,
Chamadas de olho grande...

sábado, 15 de abril de 2017

Encantamento do Amor




Fechar os olhos,
Sentir a boca...
Delicadamente beijar você...
Com tanto carinho
Pedirá mais e mais...
Coladinha ao seu coração...
Batendo colado ao meu...
Suspirando um no ouvido do outro...
Sentindo como é bom
O encantamento do amor...

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Princesas




Delicadas,
Com o coração puro...
Nenhum sapo as desencanta...
Sobre o Amor?
São felizes para sempre!



sábado, 8 de abril de 2017

Amor Orvalho



O amor é a passos lentos...
Doce na alma...
São pequenas gotículas
Como as do orvalho, 
Caem sem ninguém perceber...
O sapatinho do coração
Deixa-se com ele...
Para sempre...

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Castelo Encantado



A ponte levadiça está aberta,
Aproveito...
Visito meu Castelo Interior,
Muitas pedras e espinhos...
Não sabia que logo mais,
Logo a frente,
Haveria  um bosque florido...
O fim?
A Deus pertence... 
Ele só me dará o melhor...
Tenho certeza absoluta...
O Amor não me deixará de amar...
Nunca!

Não paro e não desisto,  
Sigo adiante,
Firme, forte, 
Confiante em Deus, 
De uma forma toda especial...

Meu corpo está envelhecendo
Minha alma é de uma eterna criança,
De uma princesa,
Sonho com seu Amor
Com ele vou me encontrar...
Ainda que no Céu...

Subirei a Torre...
Ou ele subirá para mim...
Só Deus sabe!
Ah! 
Que trança posso oferecer 
Ao meu príncipe
Quando ele chegar a me buscar?

Decepções,
Torturas psicológicas...
Tristezas...
Luto de corpo, coração e alma...
Infinitas necessidades não preenchidas...
Enganos mil...

A trança de que tamanho está?
Talvez já grande o suficiente e forte 
Cheia de esperança,
Aguentará erguer meu Príncipe

Não tarda a me reencontrar,
No céu...

sábado, 1 de abril de 2017

Meu Encantamento



Ela adormecida anos a fio...
Ele triste, quieto e solitário,
Chamou-lhe de amor 
Por não saber seu nome ainda.
O príncipe amou a princesa,
A princesa amou o príncipe.
Encantou-se com o seu sorriso,
Dizia ser lindo e delicioso.
Pediu-lhe em namoro,
Chamava-a de namorada, 
Com tanta ternura.
No noivado, como era bom
Ser chamada de noiva!
Dizia-lhe te amo, 
Queria a mulher da sua vida,
Enchia-lhe de beijos,
Dizia-lhe ser ela 
O amor da sua vida dele,
Estava vidrado nela,
Enchia-lhe de encantamento.
Ficaram enfeitiçados um pelo outro,
Pedia-lhe para ir para ele,
Queriam-se bem,
Era coisa do outro mundo.
Queria sentir a sua pele na dele,
Sentia-se a sua flor,
Mesmo sem ser Primavera.
Sentia-se guardada num cofre
Pelo seu amado.
Fazia-lhe sentir linda e maravilhosa...
Seu coração era dele.
O dele era seu.
Dava-lhe toques constantes,
Dizia-lhe que a amava.
Não brincavam com o coração um do outro,
Doavam-se totalmente um para o outro.
Sentiam o perfume um do outro,
Mesmo à distância,
Na rua ou em qualquer lugar.
Estavam sempre um com o outro,
Não eram mais só.
Encantavam-se com mensagens
A qualquer hora do dia,
Toques suaves de ternura!
Tinham a sinfonia do bem te vi,
Acompanha-lhes o dia todinho.
Era o homem, o marido,
Sempre lhe dizia assim,
Sentia o quanto ele a amava.
Fechava os olhos,
Sentia-o, sim.
Agradecia-lhe por ser maravilhosa,
Fazendo-lhe melhor,
Também ele a ela.
Queria a sua paz,
Ficava feliz com sua serenidade,
Tanto precisava também.
Dizia-lhe que ela tinha alma,
Coisa rara hoje em dia.
Alegrava-o cativá-la,
Ele gostava de sonhar,
Falava do sonho vivo dentro dele. 
Guardava-a como a coroa de um rei,
Era uma joia preciosa,
Nunca abriria mão.
Isso a encantava,
Eram mimos sinceros.
Chamava-a de sua garota,
Ele a amava,
Derretia-se todinha.
Falava, sem constrangimento algum,
Do amor que sentia por ela,
Dizia várias vezes,
Chegava a ficar trêmulo ,
Ela sentia a intensidade do seu enamorar,
Era totalmente correspondido por ela.
Falava que era uma mulher atraente,
De uma maneira ímpar,
Fazendo-o perder o prumo.
Ele lhe fez uma mulher feliz,
Enamorada até o fim.
A fé os unia,
Ficava a seu lado sempre,
Precisava muito.
Algo marcante,
Tocou o profundo do seu ser,
Deus cuidava muito deles.
Sentia seu amor imenso,
Ela, o dele.
Dedicava-se a ela,
Fazia dela uma mulher muito feliz.
Como numa lápide: 
- Minha felicidade,
Grande amor da minha vida!
Dentre tantos encantamentos,
Conquistou-lhe pouco a pouco,
Deus lhe deu uma certeza
Era ele o homem 
Presenteado por Deus para ela,
Até o fim...

sábado, 18 de março de 2017

O que é Amor?



Amados, amemos uns aos outros, pois o amor procede de Deus. Aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
(1 João 4,7-8)

sábado, 11 de março de 2017

Amor de Retidão


Estende o teu amor aos que te conhecem;
a tua justiça, aos que são retos de coração.
(Salmos 36,10)

sábado, 4 de março de 2017

O Melhor Amor



O teu amor é melhor do que a vida!
Por isso os meus lábios te exaltarão.
(Salmos 63,3)

sábado, 25 de fevereiro de 2017

Amor de Entrega


Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. 
(Gálatas 2,20)

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Amor Compassivo


Mas tu, Senhor,
és Deus compassivo e misericordioso,
muito paciente, rico em amor e em fidelidade.
(Salmos 86,15)

sábado, 11 de fevereiro de 2017

Amor Renovador


O Senhor, o seu Deus,
está em seu meio,
poderoso para salvar.
Ele se regozijará em você;
com o seu amor a renovará,
ele se regozijará em você
com brados de alegria". 
(Sofonias 3,17)

sábado, 4 de fevereiro de 2017

Amor Misericordioso


Todavia, Deus, que é rico em misericórdia, pelo grande amor com que nos amou, deu-nos vida com Cristo quando ainda estávamos mortos em transgressões - pela graça vocês são salvos.
(Efésios 2,4-5)

sábado, 28 de janeiro de 2017

Amor Demais


"Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
(João 3,16)

sábado, 21 de janeiro de 2017

Amor Duradouro


Deem graças ao Senhor, porque ele é bom.
O seu amor dura para sempre! 
(Salmos 136,1)

sábado, 14 de janeiro de 2017

Nada nos Separa do Amor





Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. 

(Romanos 8,38-39)

sábado, 7 de janeiro de 2017