quarta-feira, 19 de abril de 2017

Como Rapunzel



Um pouco como Rapunzel...
Descubro a ternura dos olhos amados...
Minha própria ternura, 
Beleza, bondade, felicidade...

Abandono a prisão do meu eu,
Pré fabricado e desfigurado,
Pelas bruxas no caminho da vida,
Chamadas de olho grande...
Saiam, inveja e tentação!

Nenhum comentário:

Postar um comentário