quarta-feira, 16 de maio de 2018

Barriga Solitária



Oferto esta postagem a todas as mães que têm brio e criam seus filhos sozinhas.


A vida requer cuidado. Os amores também.
Flores e espinhos são belezas que se dão juntas. 
Não queira uma só, elas não sabem viver sozinhas...
Quem quiser levar a rosa para sua vida, terá de saber que com elas vão inúmeros espinhos. 
Não se preocupe, a beleza da rosa vale o incômodo dos espinhos...
(Padre Fábio de Melo)




Á minha Mãe! S ilencio o meu coração
I lumina-se  a minha mente
L embrando tanto amor derramado
E união desejo somente 
N unca o desespero
C resça em meu ser
I maginando
O pior

D epois de tanto lutar em vão
E desapegue meu pobre coração

M aria, mãe da Misericórdia
A legra o meu ser reservado
R eine em minhas ações
I nterceda por mim, por todos 
A Jesus amado!




Para a mãe que sabe que está só:


Louvor

Louvo a Deus
 Desde o nascer do sol,
Levanta-me do pó que sou,
Faz-me viver rodeada 
Dos meus filhos...



Obrigada, filha, por confiar em mim e deixar que seus filhos fossem um pouco meus também.

filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/?m=1



Amor Cumprido

Pesa,
É difícil,
Faz sofrer...

Objetivo alcançado:
Não o que nos agrada
Mas o que deve ser feito...

Amar,
Amar,
Amar!



Com uma pomba,
Protege os seus filhos,
Deleita-se em esquentá-los,
Vive nesse estado de compaixão,
Em relação aos seus filhos.

(Fotos de uns 5 anos para relembrar belos momentos da minha maternidade)


Tenho um blog dedicado aos filhos amados:

https://espiritual-perola.blogspot.com.br/?m=1

Se você tem ainda uma mãe aqui, mesmo que  ela tenha lhe deixado órfã em vida por não lhe amar, entregue sua dor gigante a Deus, engula seu choro e siga a Cristo Crucificado que só assim poderá suportar tal dor crucial...


Um presente da querida amiga Evanir...



Um presente da querida amiga Ailime...

Ailime
Um presente do querido amigo Toninho...

Toninho


sábado, 12 de maio de 2018

Jardineiro no Deserto

Você me leva ao deserto para falar de amor...


I
Belo jardineiro do Amor,
Cuide sempre bem da sua flor.
Não a deixe andar 
Pelos tormentos dos desertos!
Ela lhe devota nobres sentimentos...



II
A rosa lhe tem estima e calor,
Sabe reconhecer seu valor...
Atravessou com ela o vale da dor,
Quer lhe entregar todo seu amor.



Soneto 18

Se te comparo a um dia de verão
És por certo mais belo e mais ameno
O vento espalha as folhas pelo chão
E o tempo do verão é bem pequeno.

Às vezes brilha o Sol em demasia
Outras vezes desmaia com frieza;
O que é belo declina num só dia,
Na terna mutação da natureza.

Mas em ti o verão será eterno,
E a beleza que tens não perderás;
Nem chegarás da morte ao triste inverno:

Nestas linhas com o tempo crescerás.
E enquanto nesta terra houver um ser,
Meus versos vivos te farão viver.
(William Shakespeare)


Numa certa noite triste outonal
Você veio, gentilmente, a mim...
Ao encontro do meu deserto.

Meus caminhos eram solitários,
Difíceis eram meus acessos,
Você desvestiu meus ninhos...

Foram dias, fiéis tentativas,
A se pôr no longo percurso
Na doce disposição interna
 De muito zelar pela sua rosa.

Ela tornou a florir... confiou...
Não a deixe sufocar pela areia,
Ficar inerte pelo deserto...

Cuide sempre de sua rosa, 
Ela só precisa de carinho
Do seu amado jardineiro 
Do amor em forma de flor.


Meu oásis de todo dia...

Meu jardineiro do deserto me faz pisar todo dia num tapete de conchinhas...




Você me atraiu com Cordas de Amor...



quinta-feira, 10 de maio de 2018

Noites Ensolaradas




Chica querida, esta postagem eu a guardei para uma ocasião especial...
Chegou a hora dela ir ao ar...
A poesia postada abaixo da sua preciosa imagem foi escrita agora, neste exato momento,  o Espírito Santo a ditou para mim. Foi um Sopro Divino a mais em meio a uma manhã muito cheia mas com o coração repleto da cor do pôr do Sol lindo de todo dia...
Obrigada por tão lindo momento, amiga...
Repôs minhas energias ao iniciar a tarde com muito ânimo e generosidade...



Estou aqui pensando ...
Eu nunca sabia que o amor seria tão lindo para mim!


Aproveite todas as oportunidades da tua vida porque- quando eles passam - demoram muito a passar.
(Paulo Coelho) 


Olho pôr do sol especiais,
Nada me encanta mais...
Da janela ou da varanda,
Tudo é facinio, me encanta.

Contemplo com alegria...
Cor vibrante me contagia,
Seja em quê hora do dia,
Libero toda minha energia.

Logo vem posse da fantasia,
Do espaço que me recria...
Fico estasiada como num laço
O amor toma conta do espaço.


A gente passa a entender melhor a vida quando encontra o verdadeiro amor.
(Clarice Lispector)


Estou ouvindo a voz do meu amor. Ele vem depressa, descendo as montanhas, correndo pelos montes. O meu querido está ali, do lado de fora da nossa casa. Ele está olhando para dentro, pelas janelas; está me espiando pelas redes. O meu amor está falando comigo.
(Ct 2, 9 e 10)


Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que fez tua rosa tão importante.
(Exupery)


Erguia-se para uma nova manhã, docemente viva. E sua felicidade era pura como o reflexo do sol na água.
(Clarice Lispector)


Hoje eu choro, mas choro de felicidade.
No céu azul, encontro paz e igualdade.
Montanhas tão belas, olhando da janela parece um quadro.
Perco-me nesse infinito de Deus.
Facinante, tudo em seu devido lugar...
Tudo tão perfeito,
Até o ar vem a mim em uma rarefeita suavidade.
Cheiros, cores, olhares...
E o som dos passarinhos!
O cair das folhas me parece divino...
As lágrimas vêm para mostrar que tudo se encaixa.
É  a mágica da vida, é o paraíso de Deus.
(Helene Françoise)


(Camburiú- SC)

Como numa lápide: minha felicidade.

Rego minha dor com lágrimas,
Eis que nasce minha poesia!
Muda, silenciosa, cheia de pausas,
Com muitas tristezas e alegrias.

Sou muito mais  do que flor
Sou também amor e esplendor,
Nada me despetala com total dor, 
Por trás de mim, está o Senhor!








Deus faz mesmo absurdos para a celebração do que Ele consente ...
Hoje o pôr do sol fez-se poesia uma vez mais ...
O vento suave refrescou a tarde à beira Mar por este mar que me acolhe ...
Na volta da praia, constatei que o cenário estava deslumbrante com um céu todo riscado de estrelas prateadas ... cobrindo toda copa celestial ... foi um momento impar do dia. Foi de cair o queixo!
Pedido deferido, coração feliz e saltitante vibrando pelas fortes emoções ...
Uma poesia viva ...






"Quando tudo parece desabar,
sentir as forças se esvaírem,
encante-se com o pôr do Sol.
Se entregue numa meditação
e verá que a paz é possível."



Você é meu segredo, silêncio, paz e profundidade!
Te amo...
Te adoro...
Meu coração é lindo porque tenho o seu amor!
Meu amado é do silêncio de tudo e eu sou das palavras...
Assim nos entendemos... eu escrevo com o coração repleto de amor e ele só lê e me aquece, longe dos holofotes dos blogs...
Diferenças que se completam...



"Cansada na praia.
Reclinou a cadeira, voltou as pernas para o Céu.
Namorou o Sol poente e adormeceu.
Acordou relaxada ao som da Ave Maria."




Os sonhos regam a existência com o sentido.

(Augusto Cury)



Noites ensolaradas quando se tem amor no coração... tudo  é Luz!